Governo anuncia crédito emergencial para pequenas e médias empresas

 (Carolina Antunes/PR)

Em parceria com o Banco Central e BNDES, o Governo Federal anunciou nesta sexta-feira o lançamento de um crédito emergencial de R$ 40 bilhões para pequenas e médias empresas – que variam o faturamento de R$ 360 mil a R$ 10 milhões por ano. A medida deve beneficiar 1,4 milhão de empresas e 12,2 milhões de trabalhadores, segundo expectativas do presidente do Banco Central, Roberto Campos. 

Com duração de dois meses, o crédito será exclusivo para o pagamento da folha salarial das empresas e vai contemplar apenas os rendimentos de até dois salários mínimos.”Quem ganha um salário mínimo, vai ganhar um salário mínimo. Quem ganha dois salários mínimos, vai ganhar dois salários mínimos. Quem ganha três, vai ganhar dois. […] Se ganha cinco salários mínimos, vai ganhar dois. Complementar isso é uma decisão da empresa”, disse Campos. Outra exigência é que a empresa inserida no programa não realize demissões durante esse período. 

As empresas terão seis meses de carência e outros 36 meses, o equivalente a 3 anos, para realizar o pagamento do empréstimo. A taxa de juros foi estipulada em 3,75% ao ano. Do montante total, R$ 34 bilhões serão financiados pelo tesouro nacional e outros R$ 6 bilhões pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

A expectativa é de que o programa já esteja disponível nos próximos 15 dias, segundo o presidente do BC. As empresas interessadas devem procurar o banco com o qual já tem contrato para o pagamento das folhas salariais. 

Diario de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *