Mais de 104 milhões têm pedido negado para receber auxílio emergencial

Aplicativo da Caixa para usuário se cadastrar e receber o auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal informou na noite de 6ª feira (10.abr.2020) que 104,1 milhões de brasileiros tiveram o pedido negado para receber o auxílio emergencial. O grupo inclui quem não tem direito por que não está no Cadastro Único do governo, fraude ou desinformação em relação aos critérios exigidos.

Segundo o banco, 31,5 milhões de brasileiros concluíram seus cadastros para receber o coronavoucher de R$ 600,00. As visitas ao site somaram 271,6 milhões. O aplicativo foi baixado 31,8 milhões de vezes (30,6 milhões no Android e 1,2 milhão no iOS) .

Eis os dados:

© Fornecido por Poder360

CRITÉRIOS

Pré-requisitos:

  • ser maior de 18 anos;
  • não ter emprego formal (não pode ter carteira assinada);
  • não ter benefício previdenciário ou assistencial, exceto Bolsa Família;
  • renda familiar de ½ até três Salários Mínimos;
  • não ter recebido acima de R$ 28.559,70 no ano passado.

O beneficiário deve ser:

  • MEI;
  • contribuinte Individual do RGPS;
  • trabalhador informal (autônomo, desempregado) inscrito no CadÚnico ou por meio de autodeclaração.

Especificidades:

  • mãe chefe de família receberá duas cotas do auxílio;
  • é possível a acumulação de 1 auxílio emergencial e um Bolsa Família;
  • se receber Bolsa Família e se encaixar nestes requisitos, receberá o mais vantajoso;
  • poderá receber até R$1.800,00 no caso de ser família monoparental e houver um filho trabalhador informal.
Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *