Menino de 9 anos é primeira vítima de nova doença inflamatória vinculada à Covid-19 na França

A França registrou a primeira morte de uma criança com os sintomas da doença inflamatória similar à síndrome de Kawasaki que médicos têm vinculado ao novo coronavírus. A vítima é um menino de 9 anos, morador de Marselha (sul), que sofria de uma patologia que afeta o desenvolvimento neuropsicomotor.

O garoto morreu no sábado (9), mas o caso foi revelado apenas nesta sexta-feira (15). O menor foi levado para o hospital depois de sofrer uma parada cardíaca em casa. Apesar de ter ficado durante uma semana em cuidados intensivos, ele não resistiu à inflamação no músculo cardíaco (miocardite) e morreu.

“Ele sofreu danos neurológicos relacionados com a parada cardíaca e teve teste sorológico que mostrou contato com o coronavírus, mas não desenvolveu os sintomas da Covid-19”, explicou o professor Fabrice Michel, chefe da UTI pediátrica do Hospital La Timone, em Marselha, onde a criança ficou hospitalizada durante sete dias.

De 1° de março a 12 de maio, a França registrou 125 casos de crianças e adolescentes com os sintomas da doença inflamatória, que é rara, informou a agência de saúde pública. A doença se manifestaria entre quatro e seis semanas após a exposição ao coronavírus, segundo os especialistas.

Na França, um terço dos pacientes atingidos tem entre 5 e 9 anos de idade. Pouco mais de um quarto tem entre 10 e 14 anos e um quarto eram menores com idades de 1 a 4 anos. Mais da metade dos casos surgiram na região Île de France, onde fica Paris e onde o vírus circulou ativamente entre fevereiro e março.

Os sintomas da nova doença são: febre alta mal tolerada, dor abdominal e distúrbios digestivos, erupção cutânea, conjuntivite e a língua que fica avermelhada, inchada e com a aparência de uma framboesa. São aspectos bem similares aos da doença de Kawasaki, que causa inflamação dos vasos sanguíneos, mas com a diferença de provocar um dano cardíaco muito mais acentuado quando a criança teve contato com o coronavírus.

Alguns pediatras também observaram que o quadro de febre alta, no início da doença, lembra o da escarlatina. Os especialistas advertem que havendo temperatura elevada e distúrbios digestivos, a criança deve consultar um médico.

Vários países afetados pela pandemia registram casos semelhantes. No Brasil, cinco crianças já morreram apenas no estado de São Paulo. Nos Estados Unidos, mais de cem menores foram diagnosticados com a nova síndrome multi-inflamatória em crianças (MIS-C), e pelo menos três mortes relatadas em Nova York.

 Segundo a infectologista Véronique Hentgen, pediatra do centro hospitalar de Versalhes, os médicos ainda estão diante de um “fenômeno muito raro”. “Existe uma ligação epidemiológica entre a Covid-19 e essa forma de doença de Kawasaki, que se manifesta depois da criança ter tido contato com o coronavírus”.

Os 125 casos notificados na França surgiram depois do pico da epidemia, e em 70 crianças examinadas os testes sorológicos revelaram anticorpos para a Covid-19. “Estamos tentando entender como o vírus em certas crianças pode desencadear essa forma específica de doença”, disse a infectologista ao canal de TV LCI.

RFI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *