Pai e filho executam jovem negro porque ele praticava exercícios no bairro

Pai e filho perseguem e matam jovem negro porque ele praticava exercícios no bairro. Crime foi registrado em vídeo e mãe da vítima desabafa: “Meu filho estava praticando sua corrida diária e foi caçado como um animal”
morte jovem negro EUA
Assassinato de jovem negro foi capturado em vídeo

Assassinato de jovem negro foi capturado em vídeo. Dois homens brancos, Gregory McMichael e Travis McMichael, pai e filho, mataram um jovem negro de 25 anos a tiros porque o “confundiram com um ladrão”. As informações são da CNN.

O crime aconteceu no dia 23 de fevereiro na cidade de Brunswick, na Geórgia (EUA), mas só agora as circunstâncias do assassinato foram esclarecidas.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2019-02-05-at-22.05.07.jpeg

O jovem Ahmaud Arbery estava praticando corrida pelas ruas do bairro de classe-média ‘Satilla Shores’ quando foi parado pela dupla. Pai e filho estariam procurando um homem que supostamente teria participado de um assalto.

Uma testemunha filmou o assassinato de Arbery e as imagens surgiram nas redes sociais na última terça-feira (5/5). Wanda Jones, mãe da vítima, diz que o vídeo não deixa dúvidas do que aconteceu. “Meu filho estava praticando sua corrida diária e foi caçado como um animal”.

As imagens mostram Arbery se aproximando de uma caminhonete, quando é abordado pelos dois homens brancos – Travis, de 34 anos, e seu pai, Gregory, de 64. O filho aparece do lado de fora do veículo com uma espingarda, e atira na vítima. Quase três meses depois do crime, ninguém foi preso ou acusado oficialmente.

A polícia divulgou a versão contada pelos assassinos: “Gregory McMichael afirmou que estava no quintal da frente e viu o suspeito de um assalto em Satilla Drive, indo em direção a Burford Drive. Gregory declarou que correu para dentro de sua casa e chamou Travis (McMichael) e disse: ‘Travis, o cara está correndo pela rua, vamos lá’. Gregory afirmou que foi para o quarto e pegou sua Magnum .357. Travis levou a espingarda porque eles ‘não sabiam se o homem estava armado ou não’”.

Arbery não estava armado, tampouco era suspeito de qualquer assalto. O jovem era jogador de futebol americano no ensino médio e queria apenas manter a forma, por isso estava praticando sua corrida diária.

O vídeo do crime foi divulgado nas redes sociais no mesmo dia em que o promotor Tom Durden anunciou que o caso será levado a júri popular. É o terceiro promotor envolvido no caso por conta de conflito de interesses.

Gregory McMichael é ex-oficial da polícia e tanto ele quanto o filho já trabalharam com os dois promotores que antes haviam sido escalados para cuidar do caso. Com a divulgação do vídeo, o candidato democrata à Presidência Joe Biden pediu Justiça para a família de Ahmaud Arbery.

VÍDEO e IMAGENS:Rubie@rubiewho

Ahmaud Arbery (esq) e os assassinos (dir)

FONTE:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *