Pernambuco terá mil novos leitos, sendo 400 de UTI, para pacientes da Covid-19

O Hospital Nossa Senhora das Graças será exclusivamente dedicado à Covid-19. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)

Para receber pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, Pernambuco terá mil novos leitos, sendo 600 de retaguarda e 400 de UTI. O anúncio foi feito pelo governo do estado nesta quarta-feira (18), quando o número de casos confirmados da Covid-19 passou de 19 para 22. A rede estadual de saúde de Pernambuco conta, atualmente, com 1.018 vagas de Unidade de Terapia Intensiva.

As vagas serão abertas no Recife, nos antigos hospitais Nossa Senhora das Graças, em Boa Viagem, Zona Sul da cidade, e Unicordis, no Torreão, Zona Norte da capital pernambucana. O Unicordis terá 20 leitos de UTI, além de 35 a 40 leitos de enfermaria. Já o Nossa Senhora das Graças será exclusivamente dedicado à Covid-19. Ao todo, serão 230 leitos, sendo 100 de UTI.

Também haverá a abertura em cidades do interior do estado, como Caruaru, Serra Talhada, Araripina e Petrolina. “O estado vai fazer uma aquisição administrativa no intuito de colocá-los em funcionamento exclusivamente para atendimento de pacientes com sintomas da Covid-19”, disse o governador Paulo Câmara.

“Será um esforço conjunto, pois parte desses leitos serão viabilizados pela Prefeitura do Recife, junto à rede pública municipal e também com a rede de instituições filantrópicas, num esforço que vai além do que é a rotina dos municípios”, completou o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, disse que o governo do estado e a Prefeitura do Recufe também estão criando estratégias para que mais profissionais de saúde sejam contratados para as equipes que atuarão nos novos leitos criados no estado. “No caso das instituições filantrópicas, elas farão seleções internas e externas para contratar os profissionais. O poder público também (para a reativação dos antigos hospitais privados e para a criação de novos leitos em hospitais das redes públicas existentes) deve realizar seleções em breve”, afirmou.

Outra providência anunciada pelo Secretário de Saúde do Estado de Pernambuco, André Longo, foi a suspensão das cirurgias eletivas em todo o territrório pernambucano a partir desta sexta-feira (20). “As cirurgias eletivas estão canceladas no estado. Teremos mais leitos disponíveis – de enfermaria, de UTI e salas de recuperação – para esse novo cenário”, disse. Longo ainda anunciou a chegada de novos kits para testes do novo coronavírus e ressaltou que os casos mais leves da doença devem ficar em isolamento domiciliar, medida adotada para não superlotar as unidades de saúde.

“Os casos leves devem permanecer em isolamento domiciliar para não superlotar as unidades e para proteger os grupos de risco. Não vamos mais testar todos os casos de síndrome gripal leve que chegam ao sistema. O Ministério da Saúde deve enviar mais 19 kits – cada um faz 24 testes – na próxima semana”, explicou.

De acordo com o secretário de Saúde, é preciso priorizar o atendimento, diante do número de casos notificados. “O Laboratório Central (Lacen-PE) tem que se dedicar a fazer testagem da Influenza A, para saber se os pacientes que requereram atenção hospitalar devem utilizar ou não a medicação adequada para a influenza. O diagnóstico da Covid-19 não muda em nada o tratamento, mas em casos da H1N1, precisamos saber se a pessoa continua com a medicação, por isso, essa testagem é até mais importante”, esclareceu Longo.
Teleatendimento

Será colocado à disposição da população um telefone para o esclarecimento de dúvidas sobre a Covid-19. “Será um serviço de teleatendimento para orientar sobre triagem de casos. As pessoas vão poder ligar para um número gratuito e serão orientados a procurar o serviço medico mais próximo ou permanecer em casa, dependendo do caso”, disse Paulo Câmara.

Novos casos

De acordo com o novo balanço da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), três novos casos da Covid-19 foram confirmados nas últimas 24 horas, sendo que todos estes são considerados de transmissão local ou comunitária, isto é, quando não há histórico de viagem. Os novos casos confirmados, todos do Recife, são de duas mulheres, de 46 e 69 anos, e de um homem de 36 anos. 

Pernambuco passou a ter 485 casos notificados, sendo 22 confirmados, três casos prováveis, 96 descartados e 364 em investigação até as 12h de hoje. Há casos suspeitos em todas as regiões do estado.

“A maioria das notificações é de pessoas na faixa etária entre 20 e 59 anos, mas temos também 26 pacientes entre 60 e 69 anos (11), entre 70 e 79 anos, e três casos com mais de 80 anos”, pontuou André Longo.

Força policial

Durante a coletiva de imprensa realizada nesta quarta para atualizção das medidas e números relacionados ao novo coronavírus, o procurador-geral de Pernambuco, Ernani Medicis, não descartou a possibilidade de uso de força policial para quem descumprir com as medidas restritivas impostas pelo estado, como a proibição de realização de eventos com 50 pessoas ou mais. “A SDS (Secretaria de Defesa Social) está monitorando essa questão. Além do uso de força para dispersão, questão de polícia, inquéritos também podem ser instaurados para indiciamento de possíveis responsáveis”, disse.  

Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *