Pico do coronavírus no Brasil é imprevisível, diz secretário da Saúde

Soldados do Exército com equipamento de proteção para desinfetar o metrô de Brasília, em março
© Sérgio Lima/Poder360 Soldados do Exército com equipamento de proteção para desinfetar o metrô de Brasília, em março

O secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, disse na tarde desta 6ª feira (29.mai.2020) que não é possível precisar quando será o pico de mortes pelo coronavírus no Brasil. Segundo ele, as estimativas são feitas localmente.

O secretário falou à imprensa no começo da noite desta 6ª (29.mai.2020). Pouco depois, o ministério divulgou os números de contágio e mortes da pandemia.

Macário também negou que a pasta tenha uma expectativa para os números de mortes pelo vírus. “O Ministério da Saúde não trabalha com estimativas de mortes”, disse.

Em 24 horas, foram confirmadas 1.124 mortes no Brasil. O total desde o início da pandemia é de 27.878. São 465.166 casos registrados, sendo 26.928 nas últimas 24 horas.

© Fornecido por Poder360
© Fornecido por Poder360
Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *