Presença do vírus é preocupante em todas as regiões de Pernambuco, diz secretário da Saúde

Indicadores se mantêm em patamares elevados desde o final de 2020

André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco

Em entrevista coletiva de imprensa concedida de forma remota na tarde desta quarta-feira (17), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, deixou claro que o cenário epidemiológico do Estado continua inspirando cuidados. 

A semana epidemiológica 6 de 2021, encerrada no último sábado (13), apresentou elevação nos indicadores de avaliação em quase todas as macrorregiões do Estado, com exceção da quarta macro, que engloba o Vale do São Francisco e o Araripe. 

Em Pernambuco, os números indicam que há uma tendência de estabilidade, porém em patamares elevados, com pequenas oscilações entre as semanas.  

Em relação aos dados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), foram registrados 732 casos na semana epidemiológica (SE) 6, o que representa 21 notificações a mais que a SE 5 e 37 casos a mais que a SE 4. 

Nas solicitações de leitos de UTI, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou aumento de 20% nos pedidos entre as semanas 6 e 5. Com relação aos leitos de enfermaria, o crescimento nas solicitações por vagas foi de 14,3% no mesmo período. 

Folha de PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *